ÚLTIMA HORA!

ÚLTIMA HORA: Mais de 90 Militares do Estado Islâmico a caminho de Nacala Porto

Um grupo composto por mais de 90 militares do auto-proclamado Estado Islâmico invadiu o norte de Moçambique, avançou o portal Sul Africano lowvelder.

Segundo a fonte citada acima, o grupo terá se dirigido a Nacala para reforçar a fortaleza Isis, naquela região, onde os contêineres carregados de drogas são descarregados mensalmente dos navios cargueiros.

De acordo com fontes de inteligência bem colocadas, os infiltrados entraram na ilha de Zanzibar e usaram a Tanzânia como trampolim para chegar em Moçambique.

O portal, avançou ainda que especialistas em segurança indicaram que os jihadistas podem tentar unir forças com os os Homens Armados da Renamo, maior partido da oposição na nossa pérola do “Atum”, numa frente unida contra o governo da Frelimo, de modo a reforçar a sua posição.

Um especialista em assuntos islámicos, que pediu para não ser identificado, disse a Lowvelder que “os militares do Al Shabaab que mudaram da al-Qaeda para o ISIS, operam no norte de Moçambique.”

Ele também confirmou a informação das fontes de inteligência de que os contêineres de heroína vêm do Afeganistão, são transportados para o Paquistão e então enviados para a ilha de Lamu, na costa nordeste do Quênia. De lá, eles são transportados para a Ilha de Pemba, no Arquipélago de Zanzibar, de onde os embarques chegam a Porto Nacala e finalmente a Durban.

Fonte: Lowvelder

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

1 Comentário

  1. ÂNGELO SUMANA disse:

    Esses terroristas são amigos e mandatários dos Americanos. É um pretexto para intervirem em Moçambique. Vão buscar os marines deles é espalha -los pela nossa costa alegando estarem a proteger as instalações petrolíferas deles em Cabo delgado. É a guerra naquela zona nunca vai acabar. O que vai acabar é o nosso petróleo e gás natural. Depois disso a guerra termina. Será que faltam exemplos?

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.