BIZARRO

Jovem Mata filho de três anos porque namorada não gostava de crianças

David Creato Jr, de 23 anos, declarou-se culpado de homicídio gravoso por ter matado o filho de três anos que, segundo a justiça, seria uma pedra no caminho da relação com a sua namorada.

David, natural de Nova Jérsia (EUA), admitiu que “causou imprudentemente” a morte do filho em circunstâncias que manifestaram “extrema indiferença pelo valor da vida humana, privando Brendan de oxigénio.

Em tribunal, os procuradores disseram que Creato matou o filho, Brendam, porque a namorada não queria estar perto da criança, queria inclusive que ele entregasse a custódia de Brendam. A namorada, contudo, nunca foi acusada pela justiça neste caso.

Tudo se passou em outubro de 2015. Creato chamou o 112 (911, nos EUA) alegando que o filho teria desaparecido de casa, em Haddon Township, Camden County. O corpo da criança foi encontrado nesse mesmo dia, numa área de floresta a menos de dois quilómetros de casa.

A autópsia conclui, na altura, que o menino foi vítima de “violência homicida”, sem nunca referenciar a causa e o momento exato da morte. A sentença de David Creato será conhecida esta terça-feira, dia 29.

Fonte: Notícias ao Minuto

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.