DESPORTO

Basquetebolista do Ferroviário da Beira de Malas aviadas para os Estados Unidos

A extremo-base do Ferroviário da Beira, Silvia Amadeu Veloso, está de malas aviadas para Estados Unidos da América. A viagem está agendada para próxima quinta-feira.

Sílvia é mais uma talentosa basquetebolista moçambicana que vai representar o Seward County Community College (SCCC), no estado do Texas, EUA.

Trata-se de mais uma pérola que se espera venha a brilhar na Terra de Donald Trump, tal como aconteceu com as compatriotas que por lá passaram, nomeadamente: Ana Flávia Azinheira – actual vice-ministra da Juventude e Desporto-, Deolinda Carmen Ngulela, Ilda Chambe, Neide Ocuane e Tamara Seda, as últimas duas ainda continuam lá.

Silvia Amadeu Veloso

Loading...

No clube vai encontrar a Neid Ocuane, com quem jogou na Seleção nacional de sub-16 em 2013 em Maputo.

A ida da valente extremo-base aos Estados Unidos surge para dar continuidade aos seus estudos no nível superior e poder jogar no SCCC, estado do Texas.

De recordar que aos 18 anos de idade, as exibições da Sílvia tem sido notáveis. Basta lembrar que aos 18 anos, ao serviço do Ferroviário da Beira foi medalha de bronze no nacional de seniores decorrido em Maputo no mês passado, isto depois do quarto lugar em 2015. E ao serviço das pequenas samurais, foi medalha de bronze no afrobasket de sub-16 em Maputo em 2013, e no ano passado ajudou as sub-18 a conquista também da medalha de bronze em Trípoli.

Para além da medalha de bronze em Setembro de 2016, também foi eleita a melhor base e fez parte do cinco ideal da competição.

Loading...

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.