POLÍTICA

Autoridades saqueiam terrenos, bandeiras e Bens de Membros da Renamo em Manica (Aúdio)

O maior partido da oposição na nossa pérola do “Atum, ao nível da província de Manica, mas precisamente no Distrito Sussundenga, tem vivido dias de terror.

Em contacto com a Moz Massoko, o Delegado político e Deputado da Assembleia Provincial de Manica do partido liderado por Afonso Dhlakama naquela região, Augusto João Zinhama, disse que os membros e simpatizantes daquele partido, estão sendo perseguidos.

Além da perseguição, Zinhama assegurou-nos que tem havido vandalização dos mastros, roubo de bandeiras nas suas sedes e impedimento de realização do trabalho político.

Zinhama, diz que  o seu Partido está agastado com a situação, uma vez que contactada o governo do distrito, nada tem dado efeito.

 A Perdiz diz que desde que houve a trégua, o partido seguiu todos os tramites legais com as autoridades para poder continuar com as suas actividades políticas, “desde que houve trégua, nós com todo respeito, primeiro fomos marcar audiência com a senhora Administradora e a conversa foi boa, entramos no terreno no Posto Administrativo de Dombe, Localidade de Machiri, Zona de Muoco, o trabalho foi muito excelente. Mas depois de eu voltar, houve problema de perseguição dos nossos membros, onde que no dia 27 de Maio de 2017 foi vandalizada o mastro e o roubo da nossa bandeira, e reportamos o sucedido ao comando local, mas até agora não temos resultado nenhum” – disse Zinhama

Numa outra abordagem, Zinhama disse que esta situação está a acontecer em todos quatros Postos Administrativos do distrito de Sussundenga, na Província de Manica, onde em algumas partes já foram arrancados os talhões onde funcionavam as suas sedes desde 2003.

Loading...

No dia 27 de Maio, no Posto Administrativo de Muôha, mandei uma brigada para ir revitalizar a delegação do Posto, foram impedidos e escorraçados do local onde fazíamos as nossas actividades desde 2003.

Eu pessoalmente fui para local, quando cheguei fui solicitado pela Chefe do Posto. A mesma me disse que devíamos se retirar do local,” acrescentou o Delegado da “Perdiz”.

Ainda no dia 26 de Junho, no Posto Administrativo de Rotanda, a Renamo diz ter sido retirada pelas autoridades do local onde funcionava a sua sede local, atribuída pelo governo, alegando que o espaço já tinha novo dono.

Zinhama, chegou mais longe afirmando que o Secretário do Bairro Nhamarenza, na Vila Municipal de Sussundenga, foi em casa do Delegado político daquela região,  exigir a retirada da Bandeira da Renamo.

“O secretário de Manharenza, foi em casa do nosso Delegado no Bairro Nhamarenza, dizer que ‘se o senhor querer continuar a ficar aqui, deve ouvir o que falo e retirar esta bandeira da Renamo aqui’”, lamentou Augusto Zinhama

Numa outra abordagem, a Renamo disse haver um bom entendimento com a PRM, apesar de não estar resolvido assunto de vandalização e perseguição dos seus membros e simpatizantes, “eu não acuso a polícia, apenas culpo o governo, que através dos chefes dos Postos Administrativos tem vandalizado as nossas propriedades” – disse Zinhama

A Renamo, apela as autoridades para que deixem os seus membros realizar as suas actividades política livremente, “é de apelar o próprio governo para que deixe a oposição fazer o seu trabalho, não queremos ofender ninguém, política é no campo, se alguém está fraco na política não pode ameaçar as pessoas”, sentenciou Zinhama.

Loading...

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

1 Comentário

  1. sinai samuel disse:

    triste nesse momento que temos ar de paz.

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.