POLÍTICA

Vladimir Putin nega ter espionado Donald Trump na Rússia

Após vazarem na web, informações que dão conta que o recém eleito presidente dos Estados Unidos da América, Donald Trump, teve uma noite de sexo com prostitutas na capital Russa, o presidente russo Vladimir Putin resolveu se manifestar.

Numa entrevista que concedeu ontem, Terça-feira (17), Putin admitiu que  os seus serviços secretos tem tido hábito de vigiar alguns bilionários norte-americanos, mas frisou que não vigia todos.

“Quando Trump veio a Moscovo em 2013 não era nenhuma figura pública da política”, disse Putin, durante a conferência de imprensa.

Loading...

“Alguém pensa que os nossos serviços especiais perseguem todos os bilionários norte-americanos? Claro que não, isso é completamente ridículo”, realçou.

Putin acusou a administração Obama de tentar minar o presidente eleito, Donald Trump, espalhando acusações falsas.

“O dossiê sobre Trump é uma resposta do presidente Obama para minar a legitimidade de quem foi eleito, apesar da sua vitória convincente”.

Questionado sobre informações que dão conta das atividades sexuais de Trump num hotel de Moscovo, Putin classificou-as de falsas e acusou as pessoas que as encomendaram de serem piores que prostitutas.

Loading...

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

1 Comentário

  1. araotimoteo disse:

    Não consigo entender como os ditos intelectuais não tratam dos seus próprios negócios e passam o tempo em fofocas.

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.