BIZARRO

Professora Brasileira diz que “negros não aprendem porque são burros”

Uma professora de nacionalidade brasileira foi condenada pelo Tribunal de Justiça de São Paulo a pagar uma indemnização de 2800 euros a um aluno negro por comentários racistas que fez contra ele e toda a raça negra durante uma aula.

A professora já tinha sido condenada pelo juíz Marcelo Machado da Silva, da IV Vara Cível do tribunal do Guarujá, cidade no litoral do estado de São Paulo onde o caso ocorreu em 2008, recorreu da sentença mas o Tribunal de Justiça confirmou agora a pena.

Durante a aula, na Escola Estadual Professora Raquel de Castro Ferreira, no Guarujá, a docente irritou-se com a dificuldade de um aluno negro em entender uma questão e disparou ofensas raciais. Sem saber que o aluno estava a filmar tudo com o telemóvel, a professora afirmou que “pessoas negras são burras, por isso não conseguem aprender”.

Loading...

Além da professora, o estado de São Paulo foi igualmente condenado a pagar indemnização no mesmo valor, como responsável pela instituição onde as injúrias foram proferidas.

No recurso, o estado considerou o caso como um “mero aborrecimento” sem importância e pediu a anulação da condenação inicial, mas o desembargador Rebouças de Carvalho, da Nona Câmara de Direito Público do Tribunal de Justiça de São Paulo, confirmou a sentença, lembrando que as ofensas tiveram ainda mais gravidade por terem sido proferidas por uma professora numa sala de aula, local, frisou, de convivência intercultural, de incentivo à liberdade, tolerância, de diálogo e de promoção da dignidade humana.

Fonte: Correio da Manhã

Loading...

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

3 Comentários

  1. Manuel Chibalo disse:

    bem haja a justica peco que esta pratica sirva de exemplo aos demais.

  2. O tribunal tomou uma boa ideia pelomenos fez valer a carteira proficional

  3. anselmo disse:

    Essa professora devia ser banida expolsa da escola ,e ser interdita de dar aulas nas escolas publicas.

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.