POLÍTICA

PRM acusa os Homens Armados da Renamo de terem atacado comboio da CLN em Nampula

A Polícia da República de Moçambique acusou os homens armados do maior partido da oposição na nossa pérola do “Atum”, de terem atacado um comboio da empresa Corredor Logístico Integrado de Nacala (CLN), no distrito de Malema, na província nortenha de Nampula.

Segundo o porta-voz do Comando PRM ao nível daquela província, Zacarias Nacute, o ataque não provocou vítimas nem danos e aconteceu na área de Mutuali.

“Os homens da Renamo dispararam três tiros contra a locomotiva. Não feriram ninguém nem causaram danos materiais”, afirmou Nacute, citado pela Agência Lusa.

O porta-voz da polícia em Nampula adiantou que o comboio dirigia-se ao porto de Nacala e a linha-férrea em que ocorreu o ataque é usada para o transporte de carvão produzido no distrito de Tete, província com o mesmo nome, onde várias multinacionais exploram este recurso.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

4 Comentários

  1. Eddy Mexer disse:

    Sera sempre assim? Acusacoes e nada resolvido. Isso tud faz parte d um esquema

  2. Falando serio a eleica fo Trump como o presidente dos EUA, fico serio a …

  3. Americo disse:

    Nem sempre o k pensam fazer as pessoas fazem. Nem tudo k se promete fazer chega a se materializar, se nao, nao haveria Estados ricos e Estados pobres, pois nas campanha ha mtas promessas k nao se materializam na pratica. Para dizer nao devemos nos alarmar pelo manifesto eleitoral do vencedor dos EUA-

  4. Victor disse:

    Esta janela ajuda o cidadao a ter informacao

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.