BIZARRO

Conheça a história do Prostituto que cobra 500 Rands por 2 horas de amor

“Todas as mulheres me elogiam após nossas sessões, e ficam ansiosas para o próximo encontro. Isso acontece porque eu faço com que elas sintam-se amadas”, disse Zwe, acrescentando que a maior parte das suas clientes são mulheres rejeitadas pelos seus parceiros.

“Alguns homens ficam quase dois meses sem tocar suas esposas – e é aí que eu entro”.

Zwe, que pediu o diário Sun a não publicar seu sobrenome, disse que começou a se prostituir quando passou por um divórcio litigioso ha oito anos atrás.

O homem começou a trabalhar como professor, e mais tarde largou o seu trabalho na esperança de obter outro em Limpopo, África de Sul.

Depois de meses procurando trabalho sem sucesso, ele começou a dormir com as mulheres, que mais tarde começaram a lhe darem dinheiro como agradecimento.

Zwe disse que foi quando percebeu que poderia ganhar a vida como um prostituto e ajudar seus filhos, um dos quais está na universidade.

“Deus me deu este corpo lindo, por isso estou usando isso para ganhar a vida e sustentar a minha família. Ninguém deve me julgar.”

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

4 Comentários

  1. Agostinho Gununga disse:

    As vezes é com a justa razão desfrutarmos da oportunidades que Deus nos dá. Não condeno o jovem porque é só mas uma forma de fazer o seu pão de cada dia, e é mas uma valia para as mulheres carente em sexo, força irmão. As pessoas só falam só criticam esquecendo que ninguém viverá para sempre.

  2. Siquela Joiner Ward disse:

    A pagina e muito boa

  3. Siquela Joiner Ward disse:

    A pagina e boa

  4. beatriz disse:

    Força aí mano! E do trabalho que se ganha o pão.

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.