POLÍTICA

“Esquadrões da morte diariamente têm estado a matar os nossos colegas a todos os níveis” diz Ivone Soares

Ivone Soares, a chefe da bancada parlamentar do maior partido da oposição no país, começou por afirmar que há perspetiva de acontecer para já um encontro entre o líder da “perdiz”, Afonso Dhlakama e o presidente da República, FilipeNyusi.

“Havendo mediação internacional poderemos depois resolver os problemas de fundo que são a questão das Forças Armadas, que neste momento são partidarizadas”, disse Ivone Soares citada pela DW, à margem de uma deslocação ao Parlamento, do Presidente de Portugal, Marcelo Rebelo de Sousa.

Ivone Soares disse também que no país existe um grupo de homens que tem estado a assassinar os membros da Renamo.

“Há esquadrões da morte que diariamente têm estado a matar os nossos colegas a todos os níveis”, acrescentou.

Neste momento, não se fala de um eventual encontro entre o líder da RENAMO, Afonso Dlakhama, e o Presidente Filipe Nyusi, revelou ainda a chefe da bancada parlamentar do principal partido da oposição. “Não há condições para se falar de diálogo ao mais alto nível quando não foram ainda acauteladas questões de base que têm que ver com a forma como este diálogo vai acontecer”, sentenciou a chefe da bancada parlamentar da Renamo.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

1 Comentário

  1. Alcinda da Conceição disse:

    Gostaria que o encontro de Filipe Nhussy e Afonso Dlakama se efectivasse, houvesse consenso para trilharmos um caminho de paz e desenvolvimento. Jamais haverá desenvolvimento sem a paz. Nossos conterraneos estão a morrer. Esquadròes da morte estão a semear luto. Que gente é essa? Imploro que haja um entendimento, entre as partes. Porém, é necessário não se ser inocente.

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.