POLÍTICA

Juros da dívida de Moçambique batem recorde de 14% devido a empréstimos escondidos

A cada dia que passa os moçambicanos são surpreendidos com novas informações sobre a dívida nacional.

A título de exemplo, ontem ficamos a saber que a taxa de juro que os investidores estão a cobrar para transacionarem os 727 milhões de dólares em títulos de dívida soberana, , subiu pelo quinto dia consecutivo, para 14,08%, o que compara com os 12,72% da última quinta-feira, o dia anterior à declaração do Fundo Monetário Internacional (FMI) sobre a existência de dívida escondida.

“O preço caiu por causa das notícias sobre a existência de mais empréstimos não divulgados”, comentou o gestor de fundos Marco Ruijer, da NN Investment Partners, em Londres, citado pela Lusa.

“Eles não anunciaram alguns empréstimos ao FMI antes e isso é realmente uma coisa má. Agora o mercado está volátil. Tudo o que podemos fazer é ver o que os números vão dizer”, acrescentou o gestor, citado pela Bloomberg.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.