SOCIEDADE

Mais de 150 mil clientes afectados pela crise de água

A crise de abastecimento de água resultante das restrições no fornecimento de energia está a martirizar milhares de pessoas em Maputo. Estima-se que, devido às restrições no fornecimento de energia, mais de 150 mil clientes não recebem água com regularidade nas cidades de Maputo e Matola, segundo dados da empresa Águas da Região de Maputo.

Loading...

Os bairros mais afectados estão, sobretudo, na periferia da cidade de Maputo, tais como Maxaquene, Laulane, Polana Caniço e Mavalane. Parte dos bairros Central e Alto-Maé, bem como algumas zonas na província de Maputo, casos de Tchumene e Boquisso, também não têm água 24 horas por dia.

Neste momento, a empresa Águas da Região de Maputo diz estar a fornecer entre 50 a 60 por cento da sua capacidade. Porém, para minimizar a crise, a empresa fornece água de forma limitada, das 04h00 até por volta das 10h00.

Loading...

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

1 Comentário

  1. pereira disse:

    eu nao me satisfeito pela governacao do nosso precidente ele deixa coisas no seu pais mal。vai convidar musicos pra paises forra fazer show ante de organizar o pais dele sim aqueles vires cam aude ver tudo mal。pra mi nao faz sentido。 喷色 安特 的发展而 阿老公哦买 pra o povo samora lutou pra o bem do seu povo que li pos no poder。

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.